Evangélico só deve votar em candidato evangélico? Por Pr. Ciro Sanches Zibordi

"Votei em Marina porque ela é evangélica e agora não voto no Aécio porque ele é maçom", dizem alguns cristãos mal-orientados. Ora, nós estamos em uma campanha para presidente da República, ou queremos que seja implantado no Brasil um Estado Evangélico?

Não tenho certeza de que Aécio Neves seja maçom. Mas, se ele o for, e daí?! Pior que ser maçom, católico, espírita, evangélico, budista, etc. é o presidente de uma República tomar decisões de acordo com uma ideologia despótica, como a gramscista, a estalinista, a hipermarxista, a chavista, a antiamericanista, a antissemita, a anticristã, etc.

Pensemos um pouco. O Brasil é um Estado de direito democrático e laico. A população brasileira é diversa. Já o Reino de Jesus Cristo não é deste mundo; é espiritual. Quem deseja que o Brasil seja um Estado Evangélico está muito equivocado, pois a missão da Igreja é apenas pregar o Evangelho. Seus membros, é claro, como cidadãos, devem desejar que o Estado ofereça a essa população diversa educação, segurança, bem-estar, transportes, saúde, etc. E não querer que o presidente seja desta ou daquela religião é um tipo de conduta fundamentalista.

Veja o caso do grupo terrorista Estado Islâmico (EI ou ISIS). O que esse monstruoso grupo quer? Estabelecer um Estado cem por cento muçulmano, em nível mundial. O evangélico que se preza não deseja, politicamente falando, que o Brasil seja cem por cento evangélico. Ele quer que haja justiça, que a corrupção seja sepultada. E que haja crescimento econômico, desenvolvimento, liberdade de expressão. E assim por diante.   Fonte: CPAD News


Leia mais...

Quebrando os preconceitos Por Pr. Gesanias de Oliveira

Quebrando os preconceitos

Êxodo 4.10-12Há pessoas que são obsessivos com questões domésticas e precisa fazer um inventário de tudo o que você tem em sua despensa para que você saiba o que comprar. Da mesma forma, muitas pessoas fazem um inventário de nossas vidas e nós sentimos que está faltando alguma coisa, quando na verdade não é. Às vezes a gente se esconde, as vezes a dor nos fez para , ou se fomos  sempre útil e se seremos ainda útil. Assim, podemos alimentar a crença de que estamos perdendo algo que realmente temos. Por isso, é importante tomar periodicamente inventário de nossas vidas e começar a olhar dentro de nós mesmos aquilo que não temos.
Você tem a capacidade que todos os seres humanos têm a capacidade de tomar decisões.As pessoas tendem a tomar muitas decisões. Talvez hoje você decidisse várias coisas, por exemplo, levantar-se, indo para pagar as contas ao banco, fazer compras, ir encontrar seus netos à escola, cozinhar esta receita que você tinha guardado fazer uma viagem, e é o seu problema não é tomar decisões.Temos de aprender a tomar decisões por resolução e não por saturação. Isso significa que, se tomar uma decisão tem que ser para prevenir ou resolver um problema e não porque estão saturados.
Quebrando os  preconceitos.Os preconceitos são ideias, preconceitos que temos sobre as pessoas, sobre o meio ambiente e a nós mesmos. Por  exemplo vou citar algum viés na última categoria."Eu não sou uma pessoa  interessante . " Esta crença leva você se pergunta: " Quem pode me consertar? ", " Quem me quer como um líder de grupo? ", " Quem vai ouvir a minha opinião, se eu não tenho nada de interessante para dizer ? "," Quem vai querer contratar para a sua empresa ? "," Quem quer se casar comigo ? " . Uma pessoa não é considerada permanentemente, todas as atitudes dos outros em relação a ela. Como se isso não bastasse, há o que é conhecido como "fatores de manutenção" sempre haverá alguém para corroborar a idéia errada de que você tê-los em você, sempre haverá alguém que vai fazer você ver que o preconceito é verdade.
As conseqüências de ter o preconceito dentro de você podem ser lamentáveis.Meu mecanismo é: Devo ficar desconfiado de todos. " Algumas pessoas têm o mecanismo de desconfiança , eles nunca pode confiar em ninguém e  retarda qualquer decisão na vida.
Todos nós temos preconceitos contra nós e é importante você descobrir o que você é, e trabalhar para quebrar todo e qualquer tipo de preconceito.Por exemplo:Eu não sou inteligenteEu sou muito bobo,Eu nunca vou ser uma pessoa feliz no amorEu não sou bom para nada, Ninguém me vê Eu não sou bonito.
Estes preconceitos são construídos desde a infância e estão ligados à forma como fomos criados por nossos pais, hoje Jeová põem um fim a esse preconceito que existia em sua vida, pois Ele esta te capacitando a fazer coisas novas e mostrando que você é capaz.


Leia mais...

Depressão: quando a alma adoece (Parte 2) - Por Elaine Cruz

Continuando nossa abordagem sobre o tema depressão, seguem o segundo e terceiro conselhos básicos sobre como tratar esse problema. Em segundo lugar, portanto, entenda que há momentos em que todos nós, por situações várias, nos sentimos deprimidos. Quem já não ouviu sobre a depressão pós-parto, quando a mãe se sente vazia, sozinha e assustada? Quem pode estar alegre com a morte de um filho ou de um pai? Entretanto, não deixe que estes estados se delonguem, que se transformem em algo duradouro, em um quadro depressivo.

Lembre-se que, na Bíblia, sempre encontramos palavras de ânimo. As palavras de Jesus e dos salmistas e apóstolos foram sempre Tende bom ânimo (João 16.33);  Alegrai-vos (Salmo 32.11; Romanos 14.17);  Fortalecei-vos (Efésios 3.10; Tiago 5.8). Jesus é o que dá força ao cansado e multiplica e o poder aos que não têm vigor (Isaías 40.29). Portanto, tal qual Davi: “Espera no Senhor; sê forte, e anima-te...” (Sl 27.14).

Em terceiro lugar, cuide-se. Na ausência de tratamento, os episódios de depressão duram em média oito meses, e saiba que a doença é recorrente: para quem já apresentou um episódio de depressão a probabilidade de ter o segundo em dois anos é de 40%, e de 72% em cinco anos. Portanto, se profissionais atestarem o fato de que você está depressivo, tome os remédios, não esquecendo de orar todas as vezes que usá-los para que somente façam o efeito desejado, e não provoquem distúrbios futuros ou efeitos colaterais. E, mesmo assim, não desista: Jesus levou na cruz todas as nossas enfermidades e Ele pode ajudar você em seu processo de cura, mesmo que seja por meio de remédios!

O que você não pode fazer é fechar os olhos e se sentir culpado por estar enfermo ou deprimido, como se estivesse em pecado e Deus se afastasse de você, levando com ele sua alegria da salvação. Lembre-se que a salvação não pode ser um simples sentimento ou sensação. Ela tem que ser racional, ela tem que ser real. Você precisa se saber salvo(a), e não apenas se sentir salvo(a). Assim como também não pode negligenciar o que você precisa fazer, como descansar, organizar melhor sua agenda e reordenar suas prioridades.

Portanto, por mais dolorosos que sejam alguns momentos da vida, levando você até mesmo à depressão, saiba que, em Deus, há sempre uma esperança. A dor vai passar, a melancolia vai ceder, o sono irá voltar, o prazer e o ânimo serão renovados, e a vida – não a morte – será o motivo da sua canção.

Espere pela luz, espere no sol da justiça que é Jesus. Afinal, o choro pode durar uma noite, e há noites que parecem muito longas, mas a alegria vem pela manhã. Fonte: CPAD News


Leia mais...
012

Visitantes

352948
HojeHoje196
OntemOntem1020
Esta SemanaEsta Semana196
Este MêsEste Mês14730

Vamos curtir?

TV AD-OSASCO

Agenda de Eventos

No Mês passado Outubro 2014 No Mês próximo
D 2a 3a 4a 5a 6a S
week 40 1 2 3 4
week 41 5 6 7 8 9 10 11
week 42 12 13 14 15 16 17 18
week 43 19 20 21 22 23 24 25
week 44 26 27 28 29 30 31

Meditação na Palavra

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.

Salmos - 23:1

Newsletter AD-OSASCO

Cadastre-se em nossa base de dados e fique por dentro de tudo o que acontece na AD-OSASCO